Páginas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Devem os artistas assinar as suas obras fotográficas ? Parte 3

Gastei algum tempo para tentar perceber se fotografos credenciados assinam as suas obras.

Chegar a uma conclusão é - para mim - um pouco difícil. Consegui obviamente ver imagens de grandes fotografos mas não de forma a perceber claramente se as obras estavam assinadas.
Sim, não basta ver uma imagem da sua autoria. O ideal é ver uma imagem numa exposição por exemplo em que se perceba a existência da assinatura.


A identificação de um trabalho fotográfico com o seu autor é fácil se tivermos um conhecimento mínimo do seu estilo. Sebastião Salgado é paradigmático. Mas também é verdade que ele já não precisa de assinar as imagens pois tem tanta credibilidade e classe que elas (as imagens) valem por si.

Eric Meola num estilo em que as cores explodem por todo o lado é outro exemplo.

Não encontrei partindo do site da Ilford nenhum artista que assine as suas obras. Talvez haja e é natural que assim seja, mas não encontrei...

Na Canson também não encontrei nada.
Vou estar alerta e quando surgir uma oportunidade assinalarei.

Sou forçado a concluir que assinar os trabalhos ou não, é simplesmente uma questão de escolha por parte do autor.
O mesmo acontece com a aposição de selos como referi anteriormente na Parte 2.

A metáfora de 2013

Sem comentários:

Enviar um comentário