Páginas

sábado, 19 de janeiro de 2013

Exposição Presenças - 01

Abriu a exposição "Presenças" de que falei anteriormente com audiência reduzida mas gente amiga e colaboradora.
Havia um Moscatel, umas cascas de laranja e uns aperitivos para o jantar. Ah pois, um sumo e água natural sem gás, já me esquecia...
As fotografias - penduradas por fios de nylon - foram montadas por detrás de passe-part-tous brancos com molduras da mesma cor e executadas pela Icone.

Ao lado de cada imagem está exposta uma obra de cada artista envolvido no tema com excepção de uma Senhora que apresenta uma pequena e expressiva escultura, como aliás estava previsto.
Para a montagem desta exposição encontrei o colaborador habitual de serviço: o meu caríssimo e incansável amigo José Rasquinho.
Tenho de agradecer a todos os artistas envolvidos a sua participação nesta iniciativa, à ARTISET, ao seu Presidente - Acácio Cainete - e a José Rasquinho que desde o início me incentivaram.
-
Inicio hoje a publicação das imagens em exibição até ao fim do mês corrente.




Armando Santos nasceu em Caconda (Angola) 1969 e está representado em coleções públicas e privadas - Museu de Setúbal, Caves Aliança (Lisboa), Portugal, Alemanha, Hong-Kong, Suíça, Inglaterra, Espanha e Angola.

Citado - Guia de Arte, Portugal - Afrique en Créations, Paris, France - L'Édition Spécial de l'Annuel de l'Art, Bégica e Luxemburgo - Dicionário de Artistas Plásticos de África do Sul do Saara, do Dr. Achim Gottberg, Alemanha.
Contacto - icone.molduras@sapo.pt

4 comentários:

  1. António, gostei das tuas fotos, mas achei a exposição confusa, com demasiada "informação", pelo que, do meu ponto de vista, os trabalhos se "anulam" uns aos outros. Achei infeliz a opção de misturar fotos com pinturas, mais as biografias.

    Abraço,
    Fernando C. Santos

    ResponderEliminar
  2. Não é frequente haver alguém que faça uma crítica deste tipo. Obrigado Fernando por o teres feito. A crítica deve de facto ser construtiva e tu fizeste-o.

    Desde o início do tema que o objectivo era este: mostrar a foto ao lado de um trabalho. Nunca esta tua opinião/ideia me passou pela cabeça e por acaso, foste o primeiro.

    Pode realmente haver pessoas que acham o mesmo mas geralmente as críticas são construtivas, feitas para agradar por simpatia, o que as desvaloriza. Acabamos por não saber se realmente o trabalho - qualquer que ele seja - é bom ou mau na opinião dessa pessoa.

    O melhor mesmo é fazer aquilo que gostamos da forma que mais nos agrada. De facto, não se pode agradar a todos.

    Mais uma vez obrigado amigo Fernando ! Faz sempre assim. Pelo menos comigo !! ... Saúde :)

    ResponderEliminar
  3. António, a minha crítica foi sobre o formato da exposição e fi-la na minha qualidade de mero espectador e não mais do que isso. Gostei bastante quer da ideia, quer das fotografias. O formato da exposição é que me ficou "atravessado", pois retira força às fotografias. Repito: é demasiada "informação". Eu sei que não te chateias, tu também és directo. E ainda bem...

    Grande abraço,

    Fernando

    ResponderEliminar