Páginas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Exposição Presenças - 07

Retomemos então a mostra das imagens exibidas na exposição de que vos enviei oportunamente o convite na Casa da Cultura de Setúbal.
Está quase no fim esta mostra. Não só aqui mas também fisicamente. Faltam a imagem de hoje e outra que colocarei amanhã.
Esta foi das primeiras fotografias que fiz e nela, como na esmagadora maioria das outras, há uma figura que observa a obra do artista. Às vezes foi difícil seguir esta linha programática como por exemplo no caso de Celina Pascale que tem uma pintura não figurativa onde esse conceito básico não foi seguido. 
Não é o caso da imagem de hoje em que há uma figura que segue o trabalho da pintora que, naquele momento se encontrava a fazer uma pequena peça ceramica.


Designer de interiores, IADE
Autodidacta, cedo começou a misturar técnicas e materiais sobre vários tipos de suporte. A minha concepção artística não segue nenhuma corrente em particular, traduz-se sim pela vontade de conceber uma peça que surge de um momento. Este momento não decorre de um tumulto introspectivo sedimentado, nem é dotado de coerência artística, mas sim da espontaneidade “in loco”, do divertimento. A vontade de experimentar e conjugar materiais manifesta-se pela busca constante da “surpresa” no final de cada peça. Procuro em análise surpreender-me na decorrência de um processo de adição de materiais, cores e texturas tendo total consciência de que tudo pode mudar a qualquer segundo”.

Sem comentários:

Enviar um comentário